ENTRE EM CONTATO
11 4806-0671
contato@qsconsultoria.com.br

6 Sinais de que está na hora de investir em um ERP para sua indústria

Para as pessoas não familiarizadas com o assunto “sistema de gestão”, pode ser difícil conseguir identificar o momento certo para tomar a decisão de investir em um ERP. Ou então, compreender o tipo de retorno o investimento pode trazer e quais problemas ele pode ajudar a resolver. A falta de resposta para dúvidas tão comuns quanto à sistema de gestão integrado gera insegurança e faz com que a decisão de investir em um ERP seja sempre adiada.

Se sua indústria ainda não possui um Sistema de Gestão, muito provavelmente este assunto em algum momento ao menos foi pauta de reunião. E é comum ouvirmos:

  • “Nossa empresa é muito pequena, não estamos prontos para implantar um ERP”
  • “Talvez no próximo ano, hoje nossas planilhas estão funcionando bem”
  • “As pessoas aqui não vão se acostumar com um sistema, faz 20 anos que trabalhamos assim”
  • “O investimento é muito alto para o nosso negócio, isso é coisa de empresa grande”.

E para te ajudar a esclarecer essas dúvidas, listei 6 sinais comuns de que está na hora de investir em um ERP. É importante estar atentos a estes sinais, quanto mais tempo passar, mais dinheiro a empresa estará perdendo.

Sinais de que está na hora de investir em um ERP

1. Dificuldade em organizar e compartilhar informações

Com o crescimento do negócio, o volume e complexidade das informações aumentam. E consequentemente, fica cada vez mais difícil organizar, gerenciar e compartilhar os dados das operações para todas as áreas De forma que os funcionários comecem a gerenciar suas informações e documentos de forma individual, dificultando a comunicação entre as áreas.

O objetivo de um investimento como este pode ser aumentar a eficiência, a produtividade e consequentemente a rentabilidade do negócio. De tal forma que, os gestores tenham mais visibilidade dos processos, melhorando assim o gerenciamento da empresa como um todo. Os dados de funções críticas são recolhidos, armazenados, rastreados, gerenciados e interpretados de uma única base de dados centralizada. E se integrado a uma ferramenta de inteligência de negócios (BI), o ERP pode gerar gráficos em tempo real, por exemplo da eficiência da produção (OEE), variações nos custos de fabricação ou problemas de qualidade. Se implementado de forma correta, o retorno sobre o investimento (ROI) de um software ERP poderá ser apurado em um período de tempo relativamente curto.ebook roi de erp

2. Erros e lentidão na troca de informações entre áreas

Controles feitos de forma manual, em papel, em planilhas ou sistema não integrados, além de ineficientes estão propensos a erros. Principalmente a medida que o fluxo de dados aumentam. Uma empresa funciona como um sistema integrado, em que todas as áreas trabalham com as mesmas informações. Por exemplo: a informação que chega quando é recebido um XML do fornecedor, deve ser encaminhada para o controle de estoque, o PCP e o departamento financeiro automaticamente.

Caso na sua empresa ainda o processo seja feito de forma não automatizada, está na hora de investir em um ERP que agilize todo o processo. Assim as pessoas podem ser realocadas para atividades que agregam mais valor ao seu negócio.

+LEIA MAIS: Os custos do apontamento de produção manual

3. Baixo nível de satisfação dos clientes

É de conhecimento geral que os clientes determinam o sucesso de um negócio, isto é, sem cliente não existe negócio. E para mantê-los satisfeitos, mais do que só fornecer produtos com excelência, é preciso fornecer serviços excepcionais. Se na sua empresa as reclamações ocorrem principalmente por atraso de entrega, demora no retorno com as informações de status de um pedido ou possui alto volume de devolução. Este é um sinal de que está na hora de investir em um ERP.

O relacionamento com seu cliente precisa ser gerenciado, dessa forma é importante ter um histórico da jornada de cada cliente contendo informações como: volume e tipo de compra, redução ou corte no número de pedidos e o motivo. Isto é, ter informações disponíveis para qualquer solicitação. De forma automatizada, esses dados podem ser alimentados e gerenciado através de um ERP, melhorando a qualidade do atendimento da sua empresa.

4. A falta de controle das estruturas e processos de produção

As indústria possuem grande volume de cadastros para gerenciar e documentar todas as listas de materiais necessários para produzir um produto acabado. Bem como seus roteiros de fabricação, conhecidos como Estrutura de Produto e Processo de Fabricação.

É comum vermos empresas que ainda não possuem estas informações documentadas e dependem exclusivamente da memória de algumas pessoas. E outras que documentam tudo em planilhas, que podem facilmente ser modificadas sem nenhum registro da alteração. Esses costumes podem gerar um impacto muito grande no histórico do produto e gerenciamento de lotes produzidos utilizando determinado processo.

Com um ERP, todas as informações ficam centralizadas em um único banco de dados. Em que a área de engenharia cria versões de estrutura e processo, que passam por revisão e aprovação. As datas e assinaturas digitais ficam registradas e a mesma informação é acessada por todos garantindo que toda a produção esteja trabalhando a mesma versão. Assim tornando o processo mais claro, seguro e rastreável.

+LEIA MAIS: Porque investir na configuração da estrutura de produto

5. Gerenciamento de inventário ruim 

A tentativa de redução de inventário, pode provocar a falta de materiais e paradas de produção. Ou ao contrário, criar um excesso de estoque de itens obsoletos na tentativa de manter um estoque de segurança. Integrada ao ERP, existe o MRP, que assegura que as necessidades de materiais e de produção sejam atendidas de forma eficaz, mantendo os custos de estoque baixos. Também é possível otimizar este controle utilizando etiquetas e leitores de código de barra para armazenar e movimentar os materiais. Evitando erros no recebimento, retiradas do estoque e expedição.

+LEIA MAIS: 6 benefícios do sistema MRP para o seu negócio

6. Dificuldade com obrigações fiscais

O governo brasileiro aumenta cada vez mais a fiscalização sobre os negócios através do projeto SPED. No inicio com a NFe, depois as entregas Fiscais e Contábeis, e agora, as informações de produção também deverão ser entregues no Bloco K do SPED Fiscal. E não é mais possível gerar este tipo de informação manualmente, portanto um sistema de gestão é indispensável para qualquer indústria.

+LEIA MAIS: Como preparar os controles de produção para o Bloco K


Com a competitividade existente hoje no mercado, certos problemas não são mais aceitáveis. Um software industrial garante recursos de integração e agilidade dos processos, te mantendo competitivo. Além disso, é possível garantir a qualidade e rastreabilidade confiável da produção, atendendo as demandas fiscais brasileiras.

Atualmente os softwares ERP estão disponíveis em diversos formatos e muitos podem se adequar a disponibilidade de investimentos das empresas. Por exemplo, o Q4-ERP, o software especialista em indústrias da QS. Se quiser saber mais solicite um contato abaixo.


cta_fale_consultor

About The Author

Equipe de Conteúdo QS

Nossos conteúdos são produzidos por especialistas nas diversas áreas da Indústria. A QS está em constante busca por informações e atualizações sobre tecnologia e Gestão Industrial, com o objetivo de trazer a melhor informação para os clientes.

Adicionar comentário

*Preencha todos os campos corretamente

Veja também outros artigos recentes

eficiência produtiva
Posted by qsconsultoria | 14/05/2020
Mesmo com tantos avanços na tecnologia, ainda é comum que indústrias de diferentes tamanhos enfrentem problemas que afetam a eficiência produtiva. Essas questões fundamentais são: a gestão das informações, de...
controle de produção industrial
Posted by qsconsultoria | 07/05/2020
Durante os mais de 20 anos trabalhando com implantações de sistemas de gestão ERP em indústrias de manufatura, percebemos que alguns problemas de controle de produção são comuns, por exemplo,...
benefícios do erp na nuvem
Posted by qsconsultoria | 22/04/2020
Se havia alguma dúvida quanto a importância das tecnologias em nuvem para trabalho remoto e colaborativo, o cenário atual elevou a discussão a outro nível. Neste período, cada vez mais...