ENTRE EM CONTATO
11 4806-0671
11 99215-6134
contato@qsconsultoria.com.br

COMO CALCULAR OS CUSTOS DE PRODUÇÃO NA PRÁTICA

calcular custos de produÇão na prática

Com a competição que existe hoje no mercado, as indústrias precisam apurar de forma simples e assertiva seus custos de produção. Essas informações permite que os gestores tomem decisões estratégicas como: avaliar a rentabilidade de um produto, negociar aumento de preços com os clientes, ou nos casos de fornecedores de montadoras negociar a não redução de preços exigida por elas anualmente. Além disso, a apuração de custos de produção também é uma exigência do SPED Fiscal

Neste post você vai entender como funciona a metodologia de cálculo de custos de produção para uma indústria de manufatura. Todas as etapas que descrevemos aqui podem ser automatizadas para agilizar o processo de cálculo. E ainda aumentar a confiabilidade da apuração de custos e dos processos que impactam diretamente nessa apuração, por exemplo, os apontamentos de produção.

Métodos para calcular custos de produção

Existem diversos métodos de custeio, e cada empresa pode adotar o método que preferir nas análises gerenciais de custos. Entretanto, o exigido pela Legislação Brasileira para fins de contabilidade e apuração de Imposto de Renda é o método Custeio por Absorção ou Integral, por isso utilizaremos este em nosso exemplo.

Composição do custo de produção

Para fazer a apuração de custos de produção em uma indústria é preciso considerar os custos Diretos e os Indiretos. Entretanto, para separar estes custos é crucial ter conhecimento sobre os conceitos de custos diretos x indiretos, fixos x variáveis.

  1. Custos Diretos: são componentes comprados e produzidos. E que compõe a estrutura do material e as horas/homem utilizados para produção.
  2. Custos Indiretos: recursos necessários para a produção, mas não diretamente aplicados ao produto final, por isso precisam ser rateados para todos os itens produzidos em um período.

Como calcular o custo de produção de cada item

Para aqueles que utilizam um sistema de gestão, o cálculo do custo nada mais é do que o resultado de várias rotinas e movimentações realizadas durante o mês. Se a sua empresa não utiliza, é necessário consolidar todas estas diferentes informações para chegar ao valor final. Por isso, mostraremos como fazer o cálculo de cada um dos tipos de despesa que compõe o custo final de produção.

 1. Custos Diretos de Produção

a. Custo dos Materiais Comprados

O controle de recebimento de material é o processo que irá gerar a informação sobre os custos de material comprado. Assim a matéria-prima e componentes adquiridos pela empresa precisam ser controlados através do cálculo de custo médio ponderado. Ou seja, a cada material recebido é descontado os valores de impostos embutidos no preço, e multiplicado pela quantidade daquele item no estoque para posteriormente ser divido pela quantidade total e chegar em um valor de custo médio ponderado.

Cálculo Custo Médio Ponderado = (Valor do produto na nota fiscal − impostos 〈ICMS/PIS/COFINS〉 × quantidade recebida) + (custo unitário × quantidade em estoque) ÷ (quantidade em estoque + quantidade recebida)

b. Custos da Mão de Obra Direta

Para apurar os custos com a mão de obra é preciso saber o tempo gasto na produção de cada item, qual profissional realizou o trabalho e o custo horário desse profissional para a empresa. Exemplo: O João tem um salário de 2.000,00 + os benefícios e encargos, assim ele tem custo de 4.000,00 para a empresa. Como sua carga horário mensal é de 200 horas, o custo da sua hora é se R$20,00. Dessa forma:

Custo Mão de Obra = (Horas de produção item × Custo Hora Funcionário A) + (Horas de produção item × Custo Hora Funcionário B)

2. Custos Indiretos

Os custos indiretos podem ser rateados para toda a produção. Então despesas como: aluguel, água, energia, materiais auxiliares, manutenção geral, mão de obra, entre outros são somados e divididos por todos os materiais produzidos no período. Esta divisão pode ou não seguir um critério de proporcionalidade, isso depende das características do seu negócio. Por isso, alguns sistemas trabalham com uma Taxa Mensal que é aplicada no cálculo do custo por produto, já considerando todos estes custos indiretos.

Procedimentos que geram informações para o custo

Para que estes custos sejam apurados, é necessário que alguns procedimentos de controle sejam realizados durante todo o mês para que se tenha os dados para fazer estes cálculos.

1. Recebimento dos materiais 

Como já mencionamos anteriormente, o controle do recebimento dos materiais é um dos pontos críticos do custo. Porque neste momento que são registrados o custo unitário dos materiais comprados. Por isso, um bom procedimento que garanta este controle é fundamental.

2. Controle das Requisições de Material

Além de saber todos os materiais que foram retirados do almoxarifado e planejar melhor suas compras, as requisições controlam todos os materiais diretos e indiretos que foram utilizados na produção de cada ordem de fabricação durante o mês.

3. Apontamentos de produção

Através dos apontamentos de produção você saberá o total de peças produzidas no período, o total de horas alocadas de cada profissional e o total de horas/máquina utilizada na produção. Dessa forma, todos os custos diretos de produção serão apurados com base nas informações da ordem de fabricação.

Como calcular o custo total da produção

Com todas estas informações apuradas corretamente, para se chegar no custo total de produção basta somar todos os dados:

Custo total = Custos Diretos + Custos Indiretos

Em um sistema de gestão ERP a cada movimentação de material e apontamentos de ordem de fabricação as informações são registradas, atualizando automaticamente os custos dos seus produtos, de acordo com os parâmetros determinados pela sua empresa. Caso você busca agilizar este processo e ganhar confiabilidade nas informações obtidas, um ERP é a melhor opção.

+LEIA MAIS: Como um indústria reduziu seus custos de produção em 70% com o Q4-ERP


gestão-custos-demo

About The Author

Equipe de Conteúdo QS

Nossos conteúdos são produzidos por especialistas nas diversas áreas da Indústria. A QS está em constante busca por informações e atualizações sobre tecnologia e Gestão Industrial, com o objetivo de trazer a melhor informação para os clientes.

Comentários do Blog

Qual o percentual de mídia utilizada na elaboração do custo final na industria automotiva ?

Olá João,
Não temos essa informação, o percentual utilizado pelas montadoras é especifico e considerado segredo industrial.
Obrigada!

Bom dia!
Faço a gestão de Custos de uma oficina ortopédica em São Paulo, temos uma célula de produção que oscila muito no reporte de horas e sofreu em Agosto uma elevação nos gastos decorrentes de uma demissão que fez elevar os custos da célula em 241,70% e um dos produtos produzidos no mês sofreu uma elevação de mais 9.000%. Nesse caso é prudente retirar do custo do estoque o aviso prévio e multa do FGTS?

Ola Renê, obrigado pelo comentário em nosso Blog.
Infelizmente não podemos ajudar, esse tema “CUSTOS” é bem complexo, e para opinarmos a respeito precisaríamos entender melhor seus processos.
Nossos consultores atendem apenas Indústrias de Manufatura do Setor Automotivo!
Até mais.

Boa Noite! Temos uma média mensal de dias úteis em 2018 de 20,83 (para nossa cidade). O funcionário trabalha 8h48min por dia, o que dá no final do mês 183,33 horas médias de trabalho real. Tirando 15 minutos de café por dia, que a empresa disponibiliza, ficamos com 178,13 horas. Sabemos que há ainda tempos perdidos, devido a fadiga, tempos ociosos, etc. Estas perdas de tempo produtivo, há alguma referência do que se usa normalmente? Outra coisa, se pensarmos em 30 dias corridos de férias, o tempo médio real que o funcionário disponibiliza mensalmente cai ainda mais, uma vez que durante este período em deixo de ter esta capacidade disponível. Iríamos contando as férias para algo em torno de 163,28 h/mês (média mensal projetando para 12 meses)… Isso fora os outros tempos perdidos…
Tens algo para me ajudar nestas questões? O que tens visto a respeito?
Muito Obrigado!

Bom dia! Recebemos de uma empresa, a cobrança por trabalho de industrialização. Nossa empresa questionou sobre o valor do ICMS destacado na nota fiscal. A empresa responsável pelo trabalho nos disse: esse valor representa x% dos produtos adquiridos como insumo no mês. Esse calculo é feito da seguinte maneira: compra dos insumos anual da empresa / faturamento anual da empresa. Com essa divisão achamos a media e aplicamos a alíquota do ICMS. Em sua visão, esta correto esse calculo, pois se a empresa gastou 100 horas maquinas + insumos para realizar um serviço ou se gastou 1 hora maquina para realizar outro serviço, a alíquota é a mesma. Desde já agradeço. Obrigado

Olá Luis, A alíquota de ICMS é sempre a mesma, o que muda é a base de cálculo do ICMS.
No caso de mercadoria resultante do processo de industrialização por terceiro, o valor do ICMS deve ser calculado apenas sobre o valor correspondente aos materiais empregados pelo industrializador no processo de industrialização de cada produto.
O seu contador pode te dar mais informações sobre o assunto.
Até mais.

Boa tarde!
Trabalho em uma indústria de móveis escolares, e precisamos verificar o custo do que produzimos em cada processo produtivo. Vocês podem me auxiliar?
Desde já, agradeço.

Olá Laysa, obrigado pelo seu comentário. Cada negócio precisa ser avaliado de maneira individual para que se consiga fazer uma apuração de custos correta, já que são diversos os fatores que influenciam no custo do produto, por isso aqui na QS oferecemos consultoria de custos para indústrias. Entre em contato conosco para conversarmos melhor: contato@qsconsultoria.com.br

Tenho uma empresa de biscoitos caseiros, gostaria de saber como fazer os custos . Hj eu faço mas vejo que não está certo pois não tenho muito lucro .

Olá Tatiana, obrigado pelo seu comentário. Cada negócio precisa ser avaliado de maneira individual para que se consiga fazer uma apuração de custos correta, já que são diversos os fatores que influenciam no custo do produto, por isso aqui na QS oferecemos consultoria de custos, mas apenas para indústrias. No seu caso, sugiro conferir o site do Sebrae, que é uma ótima fonte de referência para o pequeno empreendedor, eles disponibilizam algumas planilhas que podem te ajudar bastante com o cálculo de custos no seu negócio.

Gostaria de saber como distribuir os custos da deprecição/amortização da linha ferrea nas diversas locomotivas (maquinas) que fazem o uso dela, sendo que as maquinas percorrem diferentes distancias e cargas.

Olá Manuel, obrigada pelo seu comentário. Como aqui na QS não temos expertise nessa área, acredito que não vamos poder te ajudar com a sua dúvida, nossa especialidade é na área industrial. Sugiro que você busque consultoria especialista no seu segmento de atuação.

devo informar nos meus custos indiretos o imposto do simples nacional.

Olá Nicelma, você se refere ao imposto na compra da matéria-prima? Se sim, como você pode se creditar nos casos de material produtivo então este valor não entra no custos.

Boa tarde.

Meu marido tem uma fabrica de fundição, estou buscando em vários artigos, sites, videos uma linha de explicação clara onde eu possa montar uma planilha e descobrir se estou tendo lucro ou não, confesso que está bem difícil consolidar tudo..rs.
Já pesquisei alguns sistemas que me ajuda com isso, mas são muito caros, e como a empresa e bem pequena (estamos começando agora) não é viável gastar com isso agora.

Você teria um sistema (custo baixo) onde tenha toda essas informações ou planilhas que façam isso para indicar?

Estou com dificuldade de fazer o custo de chão de fabrica para forma meu preço.

Obg

Olá Natalia, realmente o custo do chão de fábrica acaba se tornando um pouco complexo em função da quantidade de informações que precisam ser registradas para fazer a apuração correta. Nós temos sim uma solução para apuração de custos, e trabalhamos com valores flexiveis, de acordo com os recursos que a sua empresa precisa nesse momento mas primeiros precisamos entender um pouco sobre o seu negócio. Por gentileza envie um email para contato@qsconsultoria.com.br para termos o seu email e telefone e um dos nossos consultores poder entrar em contato com você e explicar um pouco melhor como podemos te ajudar. Obrigado pelo comentário.

Adicionar comentário

*Preencha todos os campos corretamente

Veja também outros artigos recentes

redução de custos através da manutenção
Posted by qsconsultoria | 24/07/2020
O momento atual é crítico para muitos segmentos da indústria. Nos últimos meses aumentou-se a busca pela redução de custos e por maneiras de aproveitar da melhor forma os recursos...
ferramentas gestao de fornecedores
Posted by qsconsultoria | 13/07/2020
A qualidade do atendimento dos seus fornecedores impacta diretamente na qualidade do seu atendimento para com seus clientes. Diante disto, além de se tratar uma norma da ISO 9001:2015, a...
manutenção industrial
Posted by qsconsultoria | 26/06/2020
Junto com a área de manutenção, os times de operação, qualidade e engenharia tem o desafio de manter as máquinas e os equipamentos da empresa disponíveis o maior tempo possível....