ENTRE EM CONTATO
11 4806-0671
contato@qsconsultoria.com.br

Sistema para Rastreabilidade de Produto: Dicas para escolher o seu

sistema para rastreabilidade de produto

Existem diversas razões para que um cliente exija a rastreabilidade de um produto manufaturado. E assim como há vários níveis de sofisticação com relação ao grau de rastreabilidade, aumentam as necessidades de recursos exigidos de um sistema para a rastreabilidade de produto.

As indústrias da cadeia automotiva sabem bem disso, já que as montadoras são muito exigentes neste quesito e determinam que seus fornecedores devam garantir a rastreabilidade completa. Ou seja, não apenas chegar aos lotes de origem da matéria-prima, mas a rastreabilidade de todo o processo de produção daquele item. Por isso é importante entender as necessidades de rastreabilidade do seu negócio antes de escolher um sistema ERP que contemple isso, já que o mercado está cheio de soluções que prometem mas não cumprem este requisito de forma integral.

 +VEJA TAMBÉM: Os processos que impactam a rastreabilidade de produto

Neste artigo vamos falar sobre alguns pontos importantes na hora de escolher o sistema para rastreabilidade de produto que será utilizado na sua indústria para garantir que o seu processo de rastreabilidade seja confiável.

Qual grau de rastreabilidade necessário na sua indústria?

A principio é preciso saber quais são os requisitos do seu segmento, já que em algumas indústrias o controle por lote do material consumido pode ser o suficiente, e em outras é preciso saber também o processo de fabricação completo como: operações, em que máquinas foram realizadas, por qual operador e inspeções as quais a peça foi submetida. Uma análise de risco auxilia no entendimento dos requisitos relacionados a rastreabilidade, pois fornece uma visão mais clara da gravidade e dos custos em casos de ocorrência de um problema.

Matriz de Necessidades 

Uma maneira de identificar qual o grau de rastreabilidade de produto que o seu negócio exige é criar uma matriz de necessidades onde:

O eixo “x” é a “frequência” e o “y” a “responsabilidade potencial”

  1. Os produtos que se encaixam na parte do meio para cima (maior que a responsabilidade média), indicam que em caso de problemas os riscos financeiros são altos. Por isso nestes casos o sistema de rastreabilidade deve contemplar todo o processo e ser confiável.
  2. Os produtos que ficarem na metade direita (maior que a frequência média) indicam que há uma necessidade constante de consulta. Por isso o sistema de rastreabilidade deve ser fácil de usar e extrair informações, para que tenha uma rastreabilidade completa e de fácil acesso.
  3. Para os produtos que ficarem no quadro esquerdo inferior (baixa responsabilidade e baixa frequência) pode-se escolher um software baseado em outros critérios, e estar satisfeito com quaisquer características de rastreabilidade disponíveis.
  4. Se estiver no campo superior direito (alta responsabilidade e alta frequência), a rastreabilidade de fabricação está entre as duas ou três principais características que causam ou quebram o negócio.

Saiba como o software faz a rastreabilidade de produto

Como já citamos em outro artigo que fala sobre Como o ERP ajuda a garantir a Rastreabilidade de Produto, automatização dos processos de recebimento e o controle por lote de material são dois dos processos necessários.

E se você já entendeu que a rastreabilidade é importante para a sua indústria, então agora deve conhecer a fundo como o sistema realiza este processo e apenas uma demonstração feita pelo consultor não é suficiente. Portanto solicite uma visita a um cliente que já utilize e veja como funciona na prática, pois no chão de fábrica o dia a dia é bem mais complexo. Analise como o sistema irá fazer a rastreabilidade nas duas direções:

  • Quais foram os lotes de matéria-prima utilizados para produzir este produto acabado
  • Quais foram os produtos acabados que consumiram este lote de matéria-prima

Quais etapas do processo são automatizadas?

Analise a forma como os dados são coletados em cada uma das etapas:

  1. Como o software faz coleta dos dados?
  2. Pode ser conectado diretamente a máquina?
  3. Existem etapas manuais?

Estas questões são de extrema importância, já que são requisitos essenciais para que se tenha um processo de rastreabilidade confiável.


Percebeu que precisa começar a garantir a rastreabilidade da produção na sua indústria, ou seu sistema atual não está atendendo a rastreabilidade no nível de exigência do seu cliente? NÓS PODEMOS TE AJUDAR.

CTA_rastreabilidade

Acho que você pode gostar de....

About The Author

Equipe de Conteúdo QS

Nossos conteúdos são produzidos por especialistas nas diversas áreas da Indústria. A QS está em constante busca por informações e atualizações sobre tecnologia e Gestão Industrial, com o objetivo de trazer a melhor informação para os clientes.

Add a comment

*Please complete all fields correctly

Veja também outros artigos recentes

Posted by qsconsultoria | 08/01/2020
No fim do ciclo anual, as indústrias fazem seus planejamentos e buscam novas ferramentas de melhorias para se preparar para os desafios do ano que vem a seguir. As tecnologias...
importancia do apontamento de produção
Posted by qsconsultoria | 19/12/2019
O apontamento de produção é uma das atividades fundamentais para a gestão industrial. Com as tecnologias disponíveis hoje no mercado, fica cada vez mais simples realizar este processo. Ainda sim,...
sistema de gestão erp proprio ou de mercado
Posted by qsconsultoria | 16/12/2019
Quando chega o momento de investir em um sistema de gestão ERP, a primeira pergunta que vem na cabeça é: “Vamos desenvolver um sistema de gestão próprio ou adquirir um...