ENTRE EM CONTATO
11 4806-0671
contato@qsconsultoria.com.br

MANUTENÇÃO INDUSTRIAL: EM QUE FASE ESTÁ SUA EMPRESA?

TIPOS DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Já comentamos aqui em outro post sobre a importância estratégica da área de manutenção para as empresas, principalmente quando o assunto é redução de custos operacionais. Neste post vou falar um pouco sobre os tipos de manutenção e como as empresas passam por fases a medida de adotam cada um destes tipos durante o processo de implantação de uma gestão e controle de manutenção das máquinas e equipamentos.

Os tipo de manutenção industrial

A manutenção e a forma como ela é feita foi passando por transformações de acordo com as mudanças de demandas e prioridades que foram acontecendo ao longo dos anos nas indústrias.

O que mais vemos hoje sendo aplicado nas empresas são estes 3 tipos de manutenção:

  • Corretiva
  • Preventiva
  • Preditiva

Este três tipos precisam ser combinadas de forma estratégica para garantir a disponibilidade e confiabilidade das máquinas e equipamentos pelo maior tempo possível. 

Entenda aqui como surgiu, como funciona e quais as vantagens de utilizar cada um destes 3 tipos de manutenção industrial.

Manutenção Corretiva

A manutenção corretiva foi predominantemente utilizada nos período anterior a segunda guerra mundial, quando a indústria era pouco mecanizada, os equipamentos eram simples então basicamente eram feitos serviços de limpeza e reparo pós quebra.

Como é feita?

É a intervenção que ocorre para corrigir uma falha ou um desempenho diferente do esperado. Sua função é corrigir ou restaurar as condições de funcionamento de um equipamento ou sistema. Este tipo de manutenção pode ser divido em duas classes:

  1. Manutenção Corretiva Não planejada: é a correção da falha de maneira aleatória, após a falha. Este é o tipo mais primitivo de manutenção e gera altos custos, perda na qualidade do produto e extensão de danos para o equipamento
  2. Manutenção Corretiva Planejada: é a correção da falha ou do desempenho menos que o esperado por uma decisão gerencial. opta-se por esperar até certo momento de falha ou baixo desempenho para fazer a manutenção mas cria-se um plano de execução.

Manutenção Preventiva

Entre os anos pós-guerra até meados dos anos 60 houve um aumento da mecanização em função das mudanças de demanda e redução de mão e obra disponível na indústria, e com isso veio a necessidade de maior disponibilidade e confiabilidade das máquinas e equipamentos. Então cresceu a enfase nos sistemas de planejamento e controle e manutenções preventivas, pois os foco era manter a produtividade para isso era preciso garantir a disponibilidade.

Como é feita

É a intervenção feita no equipamento de forma planejada em intervalos pré-determinados para evitar as quebras e interrupções na produção. a Manutenção Preventiva procura obstinadamente evitar a ocorrência de falhas, ou seja, procura prevenir.

Pontos Positivos

 

Vantagens da Manutenção Preventiva

Antecipa ações e permite fazer um bom planejamento,
Permite prever custos e recursos necessário,
Evita paradas inesperadas na produção,
Reduz riscos de falhas com segurança pessoal e operacional

Pontos Negativos

 

Pontos de Atenção

Retira equipamentos que estão em operação para execução de serviços preventivos
Pode criar defeitos não existentes em função de falha humana durante o processo de manutenção
Pode causar inexistentes danos durante as paradas e partidas

 

Manutenção Preditiva

A partir dos anos 70 percebeu-se que as paralisações da produção estavam aumentando muito os custos operacionais e impactando na qualidade do produto, além disso com o surgimento do método Just in Time a confiabilidade e a disponibilidade se tornaram fatores chave e então o foco passou a ser para a manutenção preditiva como forma de reduzir e evitar falhas mas dando prioridade a disponibilidade. Passou-se a implantar procedimentos de medições e verificações com os equipamentos em produção para garantir a operação contínua pelo maior tempo possível.

Como é feita?

Também conhecida como Manutenção com Base no Estado do Equipamento, é a atuação realizada com base em modificação de parâmetro de condição ou desempenho cujo acompanhamento obedece a uma sistemática. Manutenção Preditiva da preferência a disponibilidade,  ela prediz as condições dos equipamentos e quando é realizada uma intervenção ela é considerada uma é uma manutenção corretiva planejada.

Pontos Positivos

Vantagens da Manutenção Preditiva

A redução de acidentes por falhas “catastróficas”
Redução considerável de ocorrência de falhas não esperadas
Aumento de segurança pessoal e da instalação
Redução das paradas de produção para conserto e manutenção

Pontos Negativos

Pontos de Atenção

Demanda equipamentos que permitam a instalação de algum tipo de monitoramento das condições básicas determinadas
É necessários que as falhas tenha causa raiz que possam ser monitoradas e acompanhadas
Para ser efetiva demanda um programa de acompanhamento, análise e diagnóstico sistematizado
Demanda treinamento dos operadores

 

Aqui foquei nestes 3 tipos de manutenção que são os mais encontrados nas empresas. De acordo com a última pesquisa da  Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos realizada em 2013, as empresas brasileiras ainda aplicam grande parte dos seus recursos em manutenção corretiva, que podemos considerar como o primeiro estágio de uma gestão de manutenção, a medida que vão avançando neste processo e aplicando técnicas mais modernas implementam a manutenção preventiva e preditiva e podem chegar ao que chamam de Engenharia da Manutenção, que é uma evolução da manutenção.

Na sua empresa são aplicados os 3 tipos de manutenção? Você sabe de mais alguma vantagem ou desvantagem de cada uma delas que não foi falado aqui? Deixe seus comentários!

manutenção de máquinas e equipamentos

About The Author

Thabata Devecchi

Administradora de empresas com experiência em mapeamento, planejamento e implantação de melhoria de processos organizacionais com software de gestão. Em constante busca por novidades e tecnologias que melhorem o dia a dia dos empreendedores.

Add a comment

*Please complete all fields correctly

Veja também outros artigos recentes

agilizar faturamento
Posted by qsconsultoria | 26/07/2018
O faturamento é um dos processos mais críticos dentro das indústrias e de forma alguma pode tornar-se um gargalo. Se no momento da emissão da nota fiscal algo sair errado, você...
fatores de sucesso em uma implantação de erp
Posted by qsconsultoria | 16/07/2018
De acordo com o relatório ERP 2018 da consultoria Americana Panorama, especializada em implantação de ERP, 64% das organizações entrevistadas que implantaram sistema ERP recentemente reportaram que gastaram mais dinheiro do...
Posted by qsconsultoria | 02/07/2018
Conectividade, digitalização e indústria 4.0 são os termos do ano 2018 para as indústrias, ou seja, o foco agora é automatização da produção. Uma pesquisa publicada pela Automotive Business sobre...